Seja bem vindo(a)!

Meu nome é José Donizetti dos Santos. Nasci no dia 22 de maio de 1957, dia de Santa Rita de Cássia, na pequena e aconchegante cidade do Córrego do Bom Jesus, no sul de Minas Gerais.

Meus pais: José dos Santos e Benedita Machado dos Santos. Minha mãe querida faleceu nova, no dia 08 de março de 1985. Iria completar apenas 46 anos. Sua partida deixou um vazio imenso em nossa alma, o qual não foi preenchido até hoje. E nunca será! Convivemos diariamente com as lembranças de seu sorriso, de sua bondade e do seu jeito simples e meigo de ser. A saudade ainda sufoca nossa alma, toda vez que nos lembramos dela. Contudo, sua eterna presença nos abençoa em todos os momentos de nossas vidas, sobretudo nos momentos mais desafiadores.

Acredito que minha relação com o mundo da Educação começou aos 15 anos, na cidade de Caieiras/SP. Lá, certa vez, uma colega do grupo de jovens do qual participava convidou-me para substituí-la em uma aula de catequese, no domingo. Continuei ajudando e não parei mais.

Em 1976, fui aceito para entrar no Seminário Santo Agostinho, na bela cidade de Bragança Paulista/SP. Na época, os padres agostinianos acharam por bem que eu e meus colegas de série fôssemos matriculados no Curso de Magistério. Tal curso preparava pessoas, em geral, mulheres, para educarem crianças do antigo curso primário (da primeira à quarta série). Eu e meus colegas seminaristas fomos, quem sabe, os poucos homens no Brasil a fazer o curso de magistério!

Foto da minha turma de Magistério. Sou o segundo da direita para a esquerda.

Assim, me envolvi ainda mais com o mundo da educação. Durante minha estadia em Bragança, continuei trabalhando com catequese, desta vez com crianças carentes, atendidas próximo ao Seminário.

Em 1978, por determinação dos nossos superiores, eu e meus colegas nos mudamos para a Fraternidade Agostiniana, localizada no Barreiro, na periferia de Belo Horizonte. Principal objetivo: cursar Filosofia, na antiga UCMG – Universidade Católica de Minas Gerais, hoje PUC-MG.

Paralelamente aos meus estudos acadêmicos, comecei a trabalhar na Pastoral da Crisma, na Paróquia Cristo Redentor, e a lecionar no Colégio Cristo Redentor, dirigido pelo professor José Cabral de Melo. Experiência extremamente enriquecedora em minha vida, já que pude conviver e trabalhar, durante vários anos, com um grande mestre da educação, o professor Cabral. Muito do que aprendi da arte de educar, com certeza, devo a ele.

Por um curto período trabalhei no Colégio Santa Rita, dirigido pelas Irmãs Agostinianas. Igualmente, no Colégio Pitágoras, convidado pela Irmã Amália Fioravante, querida e admirada por todas as pessoas que conviveram com ela.

Em 1985, indicado pelo professor Francisco Morales, assumi, no Colégio Santo Agostinho Central, a função de Coordenador do Departamento de Orientação Religiosa (DEOR), hoje DEPAS. Nesse período, continuei atuando também como professor de Educação Religiosa e Catequese.

Foi um tempo de muitas experiências, principalmente o relacionado ao Encontro Travessia, criado por mim e direcionado aos adolescentes e jovens do colégio. Minha convivência com a equipe educacional do Santo Agostinho, principalmente sob a direção do professor José Bruña Alonso, muito contribuiu para o meu crescimento pessoal e profissional.

Em 1994, tive a honra de assumir a direção do Colégio Santo Agostinho, convidado pelo professor Alonso e pelos padres agostinianos, ano em que o colégio completava 60 anos. Todas as palavras do mundo seriam poucas para expressar minha eterna gratidão a todas as pessoas com as quais convivi e trabalhei durante anos.

O Colégio Maria Clara Machado entrou na minha vida aos poucos, mas, rapidamente, transformou-se num sonho pessoal: a possibilidade de promover uma educação pautada pelo acompanhamento mais próximo e individualizado dos alunos. A educadora e uma das fundadoras do colégio, Maria Cristina Ferreira, me acolheu com extremado carinho, respeito e consideração pela minha pessoa. Ela conta isso no site do Colégio.

Hoje, tenho a honra de continuar dirigindo o Colégio, contando com a atuação, ativa e competente, de minha esposa, Mônica Agna Guedes dos Santos, de minha filha Taciane Guedes dos Santos e de meu filho Cristiano Guedes dos Santos.

Nós, juntamente com as Coordenadoras Dulce Ribas e Daniela Cordeiro, além da nossa competente e dedicada equipe de educadores e educadoras, incluindo o pessoal administrativo, continuamos promovendo uma educação pautada pelo Cuidado: de Si, do Outro, do Mundo e da Vida.

Da esquerda para a direita: coordenadora Dulce, minha filha Taciane, minha esposa Mônica, eu, meu filho Cristiano e a coordenadora Daniela.

Mindfulness na minha vida

Aprendi, na prática, técnicas de relaxamento para interiorização e meditação com agostinianos, principalmente com Frei Miguel Lucas Peña (Psicólogo, Parapsicólogo e Artista Plástico), Frei Matias Boñar Gonzalez e Frei José Rodriguez Álvarez.

Desde o início de minha prática educativa, anos 1980, pude desenvolver tais técnicas com meus alunos e alunas, visando trazer-lhes mais concentração, tranquilidade e harmonia corporal e mental.

Mindfulness, propriamente dito, eu fiquei conhecendo, inicialmente, através de pesquisas na internet. Meu primeiro treinamento como praticante se deu em junho de 2015, no Centro de Mindfulness e Redução do Stress (RJ). Outra formação básica em Mindfulness, muito importante para mim, foi no Centro Mente Aberta, da Unifesp.

Contudo, minha formação como Instrutor se deu no Mindfulness Trainings Internacional (MTI), sob a orientação direta do Lama neozelandês Jangchub Reid, de quem recebi o certificado de Instrutor Sênior, em agosto/2019.

Atualmente, ensino e desenvolvo práticas regulares de Mindfulness com estudantes do Colégio Maria Machado; realizo Workshops com duração de 02 e 04 horas; Cursos de 08 Semanas (duração de 20 horas); e Programas de Aprofundamento e de imersão no silêncio e na natureza, baseados em Mindfulness, com carga horária variada, além de ministrar palestras e treinamentos para instituições diversas.

Continuo participando de Cursos e Retiros promovidos pelo Lama Jangchub Reid, mo Refúgio Paradiso, em Botucatu, SP. A formação em Mindfulness não acaba nunca, é para toda uma existência!

Para entender exatamente o que é Mindfulness e quais são os seus principais benefícios e indicações, clique no botão abaixo:

Copy link